Al-qaeda nunca foi um grupo terrorista

Publicado: 6 de maio de 2011 em Conspiração Mundial, Manipulação
Tags:, , , , , , , ,

Mas sim um banco de dados!! leiam:

Tempos antes de sua morte prematura, o chanceler britânico, Robin Cook, disse ao Parlamento:

“Al Qaeda” não é realmente um grupo terrorista, mas um banco de dados de combatentes da liberdade internacional “mujahedin” e armas contrabandeadas, financiadas para a luta contra a invasão da União Soviética no Afeganistão.

O agente secreto militar francês Pierre-Henri Bunel confirma a afirmação feita por Robin Cook:

A primeira vez que ouvi sobre a “Al Qaeda” foi quando eu recebi um curso de comando que participamos na Jordânia. Eu era um oficial francês na época e o exército francês teve contato próximo e uma boa cooperação com a Jordânia.

No início de 1990 eu era um oficial de inteligência na sede da francêsa. Por causa das minhas habilidades em língua árabe, foi meu trabalho traduzir faxes e cartas interceptadas pelo Serviço Secreto. Dois dos meus colegas da Jordânia foram responsáveis pela formação e especialistas em computação.

Em meados de 1980, “Al Qaeda” um banco de dados em um computador, foi usado pela Secretaria da Conferência Islâmica.

No início dos anos 1980, o Banco Islâmico para o Desenvolvimento em Jedda Arábia Saudita comprou um novo sistema informático para lidar com os problemas contábeis e comunicação.

O sistema era muito moderno e muito grande para suas necessidades, portanto, uma parte era salva para a Conferência Islâmica. Um arquivo que contém a lista dos participantes da conferência foi chamado de “Maaloomaat eidat Q-il” e o outro continha o protocolo da conferência “Q eidat i-Taaleemaat”.

Ambos os arquivos foram armazenados em um arquivo maior, o “Q ilmu’ti’aat eidat”. Mas os árabes diminuíram a expressão para “Al Qaeda”, que significa em árabe a palavra “base”.

Nem todos os países desta organização foram “estados párias” e muitos grupos islâmicos poderão obter informações desse banco de dados. Assim, foi natural que a ligação Bin Laden estivesse na base de dados ou na “rede” Al Qaeda.

Ele é de fato um membro da família saudita muito importante no mundo empresarial e bancário.No momento em que Osama bin Laden no Afeganistão era um agente americano e o nome de código da CIA “Tim Osman” foi que “Al Qaeda” Intranet foi bem utilizado para a transmissão de mensagens codificadas.

“Al Qaeda” não era um grupo terrorista internacional, nem a propriedade pessoal de Bin Laden é apenas o termo de um sistema de banco de dados compartilhado e qualquer agente de inteligência informado sabe disso.

Os países do Terceiro Mundo não sabem que os países que usam as armas de destruição em massa para fins econômicos e imperialistas, como os EUA e os países da OTAN são os verdadeiros “estados párias” do mundo!

Mas há uma campanha de propaganda massiva muito grande para que o público acredite, que é uma unidade do “diabo” que trabalha com o terror e aceitará, permitirá que se faça a guerra internacional contra esse terror!

Um exemplo de terroristas são os falsos Balcãs albaneses e bósnios em guerrilhas que a “rede” de dados Al Qaeda “suporta”.

Agora sabemos que esses “terroristas islâmicos” foram financiados pelo dinheiro que o Fundo de Defesa da Bósnia que tem origem de uma sociedade constituída pelo Banco Riggs – um fundo especial para o controle do presidente Bush – – com sede em Washington, conhecido por suas ligações da CIA para financiar as operações secretas e escândalos com duvidosas transações financeiras para os diplomatas sauditas e déspotas da África e da América do Sul como Pinochet etc.

Toda a operação era controlada por Richard Perle e Douglas Feith, conselheiros próximo à Casa Branca, que estrategicamente desenvolveram a guerra no Iraque – Sadan Hussein.

Problema, reação – soluçãoProfessor Johan Galtung diz, “Al Qaeda” é uma ficção americana

O secretário de Defesa corrente dos EUA e antigo diretor da CIA, Robert Gates, seu livro “From the Shadows”, em 1996, acrescentou que eles financiaram os Mujahideen de Bin Laden no Afeganistão com 500 milhões dólares americanos por meses antes que os russos invadissem.

Zbigniew Brzezinski da CIA era então assessor de Segurança Nacional do presidente Jimmy Carter e em 80 anos encomendou a “Operação Ciclone” para realizar o recrutamento, financiamento e armamento do Taliban e os islâmicos do mundo árabe para um mujahideen para lutar contra os soviéticos no Afeganistão.

Na verdade a CIA e o Mossad = MI5 Al-Qaeda.

A “guerra ao terror” é uma mentira e na verdade uma guerra contra a nossa INTELIGENCIA, nossa liberdade, nossa evolução…

Por Laura Botelho

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s